Glutamina: tudo que você precisa saber

 

 

 

 

 

 

Via: natuelife

Glutamina: tudo que você precisa saber

A glutamina é um aminoácido não essencial, ou seja, um aminoácido que é produzido naturalmente pelo corpo a partir de outros aminoácidos.

Dentre suas várias funções no organismo, podemos citar algumas que são muito importantes como transporte de amônia e nitrogênio, suporte ao sistema imunológico, participação na produção de proteínas, combustível para as células intestinais, entre várias outras.

Benefícios da glutamina

Além das funções citadas, que também exercem papel benéfico para o organismo, podemos citar outras vantagens do uso do suplemento de glutamina:

  • Tem efeito anti-catabólico, ou seja, ajuda a prevenir a perda de massa muscular para formação de energia, o que favorece o crescimento muscular.
  • Serve como um combustível para as células do sistema imune, ajudando no bom funcionamento do mesmo;
  • Contribui para o melhor funcionamento do intestino, potencializando a absorção de nutrientes provenientes da alimentação;
  • Contribui para o bom funcionamento do sistema nervoso;
  • A glutamina estimula a produção de glutationa, um poderoso antioxidante, que contribui para o combate aos radicais livre e eliminação de toxinas.

Quando suplementar a glutamina

Normalmente o corpo produz uma quantidade de glutamina suficiente para que suas funções possam ser executadas de maneira efetiva, e o músculo é um dos responsáveis por manter adequada a quantidade produzida desse aminoácido. Assim, para atletas e indivíduos fisicamente ativos pode se fazer necessário a suplementação, para evitar catabolismo e manter o metabolismo funcionando de maneira regular.

Pode ocorrer também um processo conhecido como overtraining, que é quando é praticado exercícios físicos de forma muito intensa, fazendo com que os níveis de glutamina diminuíam e os níveis do hormônio cortisol aumente, assim diminuindo o desemprenho, causando fadiga muscular, entre outros, assim, para evitar esse processo a suplementação de glutamina é essencial.

Fora isso, a suplementação de glutamina pode ser indicada também para pessoas que passam por situações de intenso estresse ou para pessoas que estejam com a imunidade muito baixa.

Como consumir a glutamina

A forma de suplementação mais comum é a glutamina em pó, que pode ser diluída em água ou sucos, preferencialmente a noite, antes de dormir.

Contraindicações e efeitos colaterais

Em geral, não existem contraindicações em relação ao consumo de glutamina, nem efeitos colaterais, desde que consumida dentro das dosagens indicadas. Porém, pessoas com problemas de saúde, como problemas no fígado e rins, devem consultar um médico antes de começar a fazer uso de qualquer tipo de suplementos.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *